Honrar os Pais

 

Honrar os Pais

Sermão Semanal da UNI

Proferido pelo Sheikh Sayed Ismail Sayed Darwish

Imam da Mesquita de Santos – Santos – Brasil

Tradução e adaptação: Samir El Hayek

 

Louvado seja Allah, Senhor do Universo. Certamente, a recompensa será dos tementes, e não haverá mais hostilidades, senão contra os opressores. Presto testemunho de que não há outra divindade além de Allah, Único, sem parceiros, o Guardião dos virtuosos, e presto testemunho que Mohammad é seu servo e Mensageiro. Que Allah o abençoe e lhe dê paz, bem como aos seus familiares, seus companheiros e seus queridos, seus seguidores, uma bênção queo satisfaça e satisfaz ao Senhor do Universo.
Allah, Abençoado e Exaltado seja, diz em Seu Livro Sagrado, e o mais veraz dos ditos: "O decreto de teu Senhor é que não adoreis senão a Ele; que sejais indulgentes com vossos pais, mesmo que a velhice alcance um deles ou ambos, em vossa companhia; não lhes dirijais palavras de desrespeito, nem griteis com eles; outrossim, dirigi-lhes palavras honrosas. E estende sobre eles as asas da humildade, e dize: Ó Senhor meu, tem misericórdia de ambos, como eles tiveram misericórdia de mim, criando-me desde pequenino!” (17:23-24). Um homem perguntou ao Rassulullah (S): “Quem é a melhor pessoa aquem devo oferecer a minha amizade?” Ele respondeu: “A tua mãe”. O homem perguntou novamente: “E quem mais?” Ele respondeu: “A tua mãe”. “E depois dela”, ele perguntou. O Profeta )S) respondeu: “A tua mãe”. “E depois dela?”, ele perguntou, novamente. O Profeta )S) respondeu: “A teu pai” 
 

O nosso tema de hoje é muito importante: “é honrar os pais”. O Islam dedicou aos um tratamento especial, pois Allah os tornou a causa de sua existência neste mundo.Eles se empenharam e suportaram as dificuldades para que você desfrute de uma vida tranquila e feliz.A preocupação com eles atingiu o ponto de Allah, Glorificado seja, de ordenar sermos benevolentes imediatamente após a declaração de Sua Unicidade e a negação de Seus parceiros, dizendo em muitos assuntos: “Adorai a Allah e não Lhe atribuais parceiros. Tratai com benevolência os vossos pais" (4:36).E disse: "Vinde, para que eu vos prescreva o que vosso Senhor vos vedou: Não Lhe atribuais parceiros; tratai com benevolência a vossos pais" (6:151). E disse: "E de quando exigimos o compromisso dos israelitas, ordenando-lhes: Não adoreis senão a Allah; tratai com benevolência vossos pais" (2:830. Portanto, Allah tornou a melhor recompensa para quem honrar os pais. Quando o Profeta (S) foi perguntado sobre os pais, respondeu: “Eles representam o seu Paraíso e o seu Inferno. O seu paraíso se for benevolentecom eles, for amigo deles. São seu Inferno se você os desrespeitar e não for amigo deles. O Islam se preocupa tanto com os pais que ele proíbedesrespeitá-los, mesmo que sejam incrédulos. Allah diz: "Porém, se te constrangerem a associar Mim o que tu ignoras, não lhes obedeças; comporta-te com eles com benevolência neste mundo" (31:15).Na verdade, não é permitido ao filho de ir para a Jihad sem obter a aprovação dos pais. ‘Um homem foi ter com o Profeta (S) e lhe disse: “Desejo pedir-te que autorize que vá lutar pela causa de Allah, e ser recompensado por Ele.” O Profeta (S) inquiriu: “Algum dos teus pais está, acaso, vivo?” O homem respondeu: “Sim, ambos estão vivos.” O Profeta (S) perguntou-lhe: “Tu desejas ser recompensado por Allah?” “Sim”, respondeu. O Profeta (S) disse: “Então vai até os teus pais e serve-os”. Abdullah ibn Ômar viu um homem cumprindo o ritual de tawaf na Caaba, levando a mãe em seu ombro. O homem perguntou-lhe: “Ó filho de Ômar, será que paguei o que devo a ela?”Ibn Ômar respondeu: “Nem por uma só dor do parto. Mas você fez bem e Allah recompensa um pequeno com algo maior”. 
 

Allah proibiu o desrespeito aos pais, mesmo que seja com uma pequena palavra.Ibn Abbas (R) disse: se houvesse algo menor que a “uff” Allah a teria manifestado. Que quem honra os pais faça o que quisernão ingressará no Inferno. Por outro lado, quem desrespeita os pais não ingressará no Paraíso, faça o que fizer.O Rassulullah (S)considerou o desrespeito aos pais um dos mais graves pecados.Ele disse: "Quereis que vos fale dos pecados mais graves?”, e repetiu isso três vezes. Disseram: “Ó Rassulullah, claro que sim!” Disse: “São eles: associarmos algo ou alguém a Allah; desrespeitarmos e maltratarmos os pais...” como estava deitado, sentou-se, e prosseguiu: “Falarmos mentiras e testemunharmos falsamente” e, repetiu tanto aquilo,que todos desejaram que parasse." Aqui está aqueles história que mostra o castigo pelo desrespeito aos pais:Foi narrado que um dos companheiros do Rassulullah (S), de nome ‘Álcama estava a beira da morte. Seus companheiros insistiram em que ele pronunciasse o testemunho de fé, mas ele não conseguia. Eles informaram o Rassulullah (S) daquilo. Ele perguntou: “Algum de seus pais está vivo, ainda?” Responderam: “Ele tem a mãe idosa.” Disse-lhes: “Vão até ela e dizem-lhe que o Rassulullah pede que venha até ele e se não puder, ele vai até ela.” Quando ela ouviu aquilo, disse: “Sacrifico minha vida por ele. Vou até ele.” Ao chegar, O Profeta (S) lhe perguntou: “Ó Ummu ‘Álcama, conta-me a respeito de ‘Álcama.” Disse: “Ó Rassulullah, ele pratica muita orações, e muitos jejuns.” O Profeta (S) disse: “Não é a respeito disso que estou inquirindo. Mas como ‘Álcama a tratava e fala-me a verdade, pois se não disser, receberei uma revelação a respeito.” Ela disse: “Ó Rassulullah, estou descontente com ele.” Perguntou-lhe: “Por que?” Ela disse: “Ele preferia a sua esposa a mim.” O Rassulullah (S) disse: “Isso foi que vedou a sua língua de pronunciar o testemunho de fé.” Então disse aos seus companheiros: “Vão e me tragam lenha.” A mãe perguntou: “Para que?” O Rassulullah (S) disse: “Para queimar ‘Álcama, pois o fogo do mundo é muito ameno perante o Fogo da Outra Vida.” A mãe disse: “Ó Rassulullah, não aguento vê-lo queimando.” O Profeta (S) lhe disse: “Então, perdoe-o.” Ela disse: “Eu o perdoo. O Profeta (S) disse aos companheiros: Vão e vejam se ele consegue pronunciar o testemunho de fé. Talvez a mãe o tenha perdoado com a língua e não com o coração. Os companheiros foram e antes de entrarem na casa, ouviram ‘Álcama pronunciar o testemunho de fé. O Rassulullah (S) compareceu ao funeral, deu banho ao defunto, fez a oração fúnebre por ele e o enterrou. Pedimos a Allah que nos faça dos que honram os pais e nos torne daquelesque ouvem as palavras e seguem as melhores delas, que reforme os nossos atos a nossa situação, de forma agradável e garantida, pois Ele é o nosso Guardião; e que excelente Guardião. Certamente, em Allah reside o sucesso.



Voltar



UNI União Nacional Islâmica
Telefones
(5511) 3227-9660
(5511) 3227-8663
uni@uniaoislamica.com.br

Imprensa
Núcleo de Jornalismo da UNI:
e-mail: imprensa@uniaoislamica.com.br

© Copyright 2012.
Todos os direitos reservados.