As dificuldades que os muçulmanos revertidos enfrentam na prática do Islã


EM NOME DE DEUS, O CLEMENTE, O MISERICORDIOSO!
 
Louvado seja Deus, Senhor do Universo, que a paz e as bençãos de Deus estejam sobre seu Nobre Profeta, sua família, seus companheiros e sobre todos os muçulmanos até o dia do Juízo Final.
 
Queridos irmãos e irmãs, mesmo que a mídia distorça constantemente a imagem do Islã, o número de muçulmanos ocidentais vem aumentando, chegando a ser um fenômeno que levou muitos pesquisadores e psicólogos a pesquisar sobre o motivo que levam os convertidos a abraçar o Islã.
 
No mesmo momento em que o muçulmano revertido sente a tranquilidade e felicidade interna, ele sofre também muitas tentações e barreiras em como lidar com a sociedade em que ele vive. É comum aqui no Brasil ouvir algumas reclamações dos muçulmanos convertidos, por exemplo, sobre os problemas sociais que eles enfrentam depois da conversão ao Islã.
 
Entre esses problemas, podemos citar: 
 
  1. Os comentários que pessoas fazem nas ruas, especialmente, para as mulheres muçulmanas ou qualquer um que use uma vestimenta islâmica. Ela é chamada de mulher bomba e outros são chamados de Bin Laden, por usarem barba ou roupa islâmica. Muitas muçulmanas deixaram de usar o véu devido a tais situações. 

  2. Alguns muçulmanos sofrem com a rejeição familiar. Alguns deles vivem como estrangeiros entre sua própria família. 

  3. Entre outros problemas também, há alguns muçulmanos que não conseguem praticar algumas adorações como a oração, por causa do trabalho que eles exercem. 

  4. Alguns brasileiros revertidos se queixam, homens e mulheres, de maus tratos de alguns muçulmanos de outras nacionalidades. Eles reclamam que são tratados como muçulmanos inferiores, mesmo dentro das mesquitas. 

  5. Alguns muçulmanos reclamam da falta das fontes de conhecimento, tanto dos divulgadores quanto dos livros. Entre os problemas expostos, também citam que há poucos divulgadores do Islã que falam a língua local e que por isso perdem muito do conhecimento; entre outros relatos que dificultam o cotidiano desses muçulmanos brasileiros revertidos.

 
Eu quero hoje, neste sermão, mandar uma mensagem a todos vocês. Nós reconhecemos que esses problemas são reais e que merecem atenção especial e solução eficaz. Deixarei de lado as respostas tradicionais que muitos especialistas costumam expor, por exemplo, a argumentação de que faltam livros, programas de TV e divulgadores fluentes em língua portuguesa e chamarei a atenção desses sermões para outros tipos de soluções. Por isso, digo a todos vocês que são os problemas e os desafios que nos transformam em grandes seres humanos e que esses problemas resultam em milagres, fazendo com que a vida sem desafios não merece ser vivida.
 
Como já sabemos, a melhor geração da história islâmica é a dos companheiros do Profeta (que a paz de Deus esteja com ele). A maior parte daquela geração era formada por pessoas revertidas, em outras palavras, que não nasceram muçulmanas, mas que conheceram o Islã em uma fase já avançada da vida. E mesmo assim, eles foram a melhor geração na história do islamismo.
 
Por isso, posso garantir a todos que por mais que os problemas e desafios sejam grandes, a crença e a fé que está dentro de seus corações é muito maior. É essa fé que nos levará à superação dos problemas enfrentados ao longo de nossas vidas. Podemos observar na biografia dos profetas que Deus citou no Alcorão como Noé, Abraão, Moisés, Jesus e Muhammad (que a paz de Deus esteja com eles) que todos sofreram vários tipos de problemas e tiveram uma vida de muitos sacrifícios; entretanto, observamos também que todas as barreiras foram superadas com a força da fé e da crença.
 
Queridos irmãos e irmãs revertidos, é importante que todos vocês se esforcem no aprendizado da língua árabe e na memorização do Alcorão Sagrado, pois vocês são o futuro do Islã no Brasil. E nós, muçulmanos de nascimento, estamos aqui para ajudar e colaborar com essa nova geração de muçulmanos no aprendizado da religião para que ela continue sendo divulgada para toda a humanidade.
Pedimos a Allah que nos deixe firmes no caminho da verdade, na senda reta, e pedimos também que nos ensine aquilo que ainda desconhecemos. Que Allah, louvado seja, nos faça aproveitar aquilo que já aprendemos e que Ele aumente o nosso conhecimento. Ele é o Todo-Poderoso e Generoso. Amém!
 

Ouça o sermão

 



Voltar



UNI União Nacional Islâmica
Telefones
(5511) 3227-9660
(5511) 3227-8663
uni@uniaoislamica.com.br

Imprensa
Núcleo de Jornalismo da UNI:
e-mail: imprensa@uniaoislamica.com.br

© Copyright 2012.
Todos os direitos reservados.